Após 27 anos, os criadores do Tibia apresentarão seu novo MMORPG, Persist Online, na Gamescom Latam

Após 27 anos, os criadores do Tibia apresentarão seu novo MMORPG, Persist Online, na Gamescom Latam

3 de junho de 2024 Off Por Markus Leite

A CipSoft, desenvolvedora de jogos pioneira por trás de um dos primeiros jogos do gênero MMORPG, o Tibia, publicado em 1997, anunciou um novo projeto, Persist Online.

Em Persist Online os jogadores entrarão num mundo aberto pós-apocalíptico e infestado de zumbis. Ele estará disponível para PC, e chegará primeiro no Steam através do Acesso Antecipado.

Nesse ano, a CipSoft estará presente com um estande próprio na Gamescom Latam promovendo o Persist Online, além de oferecer uma palestra sobre os 27 anos de história do Tibia, ministrada por um dos criadores originais do game, Stephan Vogler, e pelo diretor Benjamin Zuckerer. Durante o evento os desenvolvedores estarão disponíveis para entrevistas sobre o Persist Online, assim como sobre assuntos relacionados com a história do Tibia, e como a experiência criando o clássico tem influenciado o novo projeto. Caso tenha interesse em conferir o Persist Online e entrevistar eles lá no evento, responda esse email para combinar o melhor momento para agendar a sua visita ao estande.

Persist Online é o primeiro MMORPG do estúdio para PC em quase 30 anos, a CipSoft está canalizando nele todo o seu conhecimento sobre a criação de excelentes experiências multijogador. Projetado como um verdadeiro MMORPG da velha guarda (mas com zumbis, armas e tacos de beisebol em vez de orcs, magos e feitiços), Persist Online reunirá centenas de jogadores em um servidor persistente com a maior liberdade possível.

Enquanto você vai sobrevivendo em um mundo aberto incrivelmente perigoso, cada aliado adicional pode ser uma vantagem, mas na traiçoeira jornada de volta ao bunker seguro, os jogadores se preocuparão com o saque conquistado com muito suor em cada embate.

“O verdadeiro charme de um MMORPG está nas diversas possibilidades de interação entre os jogadores e nas histórias imprevisíveis que surgem a partir delas. Décadas de operação do Tibia nos mostraram isso continuamente”, disse Benjamin Zuckerer, Gerente de Produto Chefe. “É por isso que acreditamos que um bom jogo multiplayer só pode ser criado em conjunto com a comunidade e, mesmo antes do período de Acesso Antecipado, organizaremos sessões de testes regularmente.”

“Persist Online começou como um projeto nas horas vagas de dois colaboradores de longa data da CipSoft. Começamos a desenvolver o jogo que nós mesmos queríamos jogar. A equipe principal agora é composta por 14 pessoas e tem acesso a todos os departamentos e a toda a experiência da empresa.”

Características principales de Persist Online:

  • Massas de jogadores e zumbis: Una forças com outros sobreviventes para manter os zumbis afastados e lutar contra chefes mutantes em um mundo aberto em expansão. Nesse mundo online persistente, sem instâncias, centenas de jogadores podem se divertir (e sobreviver) juntos a esse ambiente hostil.
  • Amigos, inimigos e aliados temporários: Enfrente outros jogadores em busca de ação PvP ou junte-se a eles e forme guildas para defender locais estrategicamente importantes, acumulando recursos mais rapidamente. O fogo amigo está ativo, portanto, fique atento a isso também!
  • Bastões, frigideiras e redes de pesca: Enfrente os inimigos (zumbis ou outros jogadores) com uma variedade de armas saqueadas ou criadas, que podem ser aprimoradas. Lute contra os mortos-vivos com uma frigideira resistente, exploda os mortos-vivos em pedacinhos com uma espingarda potente ou coloque pontos na habilidade de pesca na árvore de habilidades e dê à rede de pesca a capacidade de paralisar os inimigos.
  • Um mundo aberto implacável: Este mundo não é apenas grande; ele também é muito rico em detalhes. Todos os edifícios são acessíveis, e um ciclo dinâmico de dia e noite pode ter um impacto genuíno na jogabilidade.

Persist Online será lançado para Windows, macOS and Linux via Steam. Adicione o jogo à sua lista de desejos agora.

Deixe o seu comentário abaixo (via Facebook):